Portal da Cidade Poços de Caldas

TRAGÉDIA

Motorista de Andradas morre em acidente em Alfenas (MG)

Caminhões bateram de frente na manhã desta quinta-feira (08). Corpo foi levado ao IML de Alfenas.

Postado em 08/02/2018 às 16:06 | Atualizado em 09/02/2018 às 09:32

Caminhão ficou destruído e carga ficou espalhada na pista após colisão frontal entre caminhões (Foto: Redes Sociais)

(Foto: Redes Sociais)

(Foto: Redes Sociais)

Um grave acidente registrado na manhã desta quinta-feira (08) na BR-491 em Alfenas deixou dois caminhoneiros mortos, um deles morador de Andradas: Claudinei André, de 44 anos, que prestava serviços para a empresa “Bananas Caradori”.

Imagens do acidente apresentadas pela TV Alterosa impressionam: nelas, é possível ver as péssimas condições em que ficaram os dois caminhões após a colisão frontal. O impacto foi tão forte que os dois motoristas ficaram presos as ferragens, de onde foram retirados pelos bombeiros.

Claudinei viajava para Alterosa no momento do acidente. Ele morava no bairro Capitão e era conhecido pelo apelido de “Carneiro”. Deixa dois filhos, uma adolescente e um garoto.

Agora a perícia da Polícia Civil irá investigar as causas da batida, mas policiais levantaram a hipótese de um dos motoristas ter feito uma ultrapassagem perigosa ou até mesmo dormido ao volante. “Pela dinâmica, as posições em que os veículos pararam, especialmente o guincho,  possivelmente o condutor ou tenha dormido no volante ou seria uma ultrapassagem. Mas somente um laudo pericial poderá afirmar esta hipótese”, disse o Sargento Silas a reportagem da TV Alterosa.

Os proprietários da empresa “Bananas Caradori” viajaram até Alfenas para ajudar na liberação do corpo, que está no IML daquele município. O velório e o sepultamento deverão ocorrer em Andradas.

O outro caminhoneiro morto possuía 32 anos e o caminhão dirigido por ele tinha placas de Itápolis, interior paulista. Era um caminhão “guincho” e levava carros. Um deles, com placas de Lavras/MG, ficou pendurado sobre a carroceria por causa do impacto.

Fonte: Sandro de Pontes

Deixe seu comentário

Mais de portaldacidade.com