Olá Visitante! Cadastre-se ou faça seu Login
Login com Facebook
ou
Você está em Poços de Caldas / MG

Você está aqui: Home / Colunistas / Entreterimento e Cultura / CHEGA DE LIVROS CHATOS, POXA!
Atualizado


CHEGA DE LIVROS CHATOS, POXA!

É hora de tocar em um ponto bem frágil, ou melhor, hora de cutucar a ferida! Mas acredito que seja algo que valha a pena insistir.


Eis que na minha infância fui ensinado pelo estado de São Paulo e eu adorava ter aulas de redação, ditado, leitura e interpretação, mas eu sempre tive vocação para este mundo gramatical e de palavras, e quanto aos meus coleguinhas? Acreditem ou não, eles também adoravam! Ao menos por lá naquela época, as escolas recebiam livros para alunos ler em casa, a famosa série ''leitura em minha casa'' (livros distribuídos gratuitamente pelo estado todinho que chegavam embalados a vácuo e cheirando tão bom). Além de todo este incentivo meus amigos que não eram tão fãs de língua portuguesa gostávamos daquilo. Porque havia livros e textos interessantes, a professora fazia questão de abordar leituras que instigassem seus pequenos alunos, literatura totalmente adequada para aquela faixa etária.


Já passando para a adolescência no estado de Minas Gerais, me senti pouco incentivado a ter o hábito de leitura, isto dentro da escola, senti um peso diferente e abissalmente preocupante em relação ao estado anterior, porém o estado reforça a importância da leitura, entregando livros para as escolas e incentivando a presença nas bibliotecas, talvez seja apenas em alguns colégios que a biblioteca fica fechada. Como no caso do meu.


Ou podemos estar enfrentando outro problema, um probleminha fácil de resolver, mas difícil de aceitar. Entre os jovens a leitura é bem menos praticada porque nós estamos fazendo algo errado. Será que não há maneiras de concorrer com um mundo cheio de tecnologia onde bibliotecas imensas se escondem dentro de um aplicativo, redes sociais, jogos e aplicativos de comunicação que desviam qualquer atenção dos jovens para a leitura? Agora imagine tudo isso somando a uma realidade cruel: Nós estamos dando livros chatos para eles! Sim!


A literatura clássica deve ser preservada, claro que sim, temos que enaltecer a nossa literatura clássica. Porém devemos também adicionar e abrir um espaço para que a literatura contemporânea entre nas salas de aulas, é disso que os jovens gostam, é essa conectividade das plataformas de leitura e troca de livros e experiências que eles querem e precisam. É um caminho para incentivar sem parecer dever de casa a literatura. Digo isto, pois sou jovem e acabei de sair do colégio, quando a professora de literatura deixava que lêssemos Harry Potter ou algo de fantasia ou romance adolescente era outra história, literalmente, mas fazer resenha de livro clássico é um saco, aceitem! Seria legal unir o clássico ao contemporâneo, classiporâneo ou contempoclassico?


Através dos livros atuais eu desenvolvi a curiosidade de querer algo clássico, de conhecer o mundo da literatura mais antiga, dos autores renomados e imortais. Então se você é educador (a) pense na proposta, que tal falar sobre livros em alta, gêneros jovens, autores bonitos e que chamem atenção dos adolescentes. Crie jogos de incentivo, livros que se tornaram filmes entre outras ideias. Mas uma coisa eu digo:


- Chega de livro chato, poxa!



Fonte: Reprodução

Deixe seu comentário

Você está em Poços de Caldas / MG
Portal Poços de Caldas
Unidade Poços de Caldas, MG


RR Serviços de Informação na Internet - 17.373.881/0001-99
© 2008-2017 Copyright Franquia Portal da Cidade ®
X